Por: kasterweb On: setembro 11, 2015 Em: Releases Comentários: 0

Vando Telles – Diretor Executivo

Administrador de Empresas formado pela Uniflor em Alta Floresta (MT), tem MBA em Gestão do Agronegócio pela FAE Business School em Curitiba (PR) e especialista em Produção de Gado de Corte pela FAZU, Minas Gerais. Tem experiência na área de gestão de fazendas, empresas do setor de grãos, armazéns e indústria frigorífica. Apoiou o projeto de Cadastro Ambiental Rural no município de Alta Floresta. Entre 2010 e 2014 foi coordenador da Iniciativa de Pecuária Integrada do Instituto Centro de Vida, onde liderou piloto de aplicação das Boas Práticas Agropecuárias em 14 fazendas e a construção do Programa Novo Campo.

 

 

Laurent Micol – Diretor de Governança e Investimentos

Administrador de Empresas pela ESCP em Paris, na França, é especialista em Gestão Ambiental formado pela Proenco em São Paulo e mestre em Geografia pela UFMT. Iniciou sua carreira como consultor em estratégia de negócios na Arthur D. Little em Paris e na Bain&Co em São Paulo. A partir de 2001, liderou as atividades do Instituto Centro de Vida na região de Alta Floresta. Foi coordenador adjunto da organização de 2004 a 2009 e coordenador executivo de 2009 a 2015.

 

 

 

Filipe Bicalho – Diretor de Projetos

É zootécnista e mestre em Nutrição de Ruminantes formado pela UFMG em Belo Horizonte (MG). Iniciou sua carreira como consultor em projetos agropecuários, focando na melhoria da produção em pecuária bovina de corte. Como consultor do Instituto Centro de Vida, desenvolveu e implementou projetos do Programa Novo Campo, somando 27 propriedades e 46 mil animais em sistemas de cria, recria e engorda.

 

 

 

Fundadores

A Pecsa foi fundada pelos sócios Vando Telles, Laurent Micol, Filipe Bicalho e pelos ex-sócios Fabiano Alvim e Vagner Telles. Juntos, eles participaram da fase piloto do Programa Novo Campo como colaboradores ou consultores do Instituto Centro de Vida e realizaram a prova de conceido de que as boas práticas agropecuárias podem ser altamente produtivas, bem como econômica e ambientalmente sustentáveis na Amazônia.