By: Pecsa On: setembro 15, 2017 In: Na mídia Comments: 0

O Jornal da Pecuária, do Canal Rural, perguntou pra Pecsa quais são os cinco passos para uma pecuária sustentável. Veja a entrevista com nosso diretor técnico Fabiano Alvim.

5 passos para a pecuária sustentável

1. Reservatórios e distribuição de água
É importante pensar na gestão de água para os animais, priorizando o fornecimento de uma água de qualidade. Para isso, indicamos a implantação de um reservatório que distribua água para toda a fazenda, e, posteriormente a separação da área de pasto em piquetes, proporcionando áreas de lazer para o rebanho, onde ficarão os bebedouros de água. Com isso, o recurso hídrico da propriedade terá mais uma garantia de preservação.

2. Reforma de Pastagem
Com as áreas devidamente separadas em piquetes, é importante que seja feita a reforma, adubação de manutenção da pastagem. O manejo de pastagem com divisão para respeitar o crescimento do capim evita a degradar solo, dessa forma, é preciso a adubação necessária visando a longevidade, sendo efetivamente sustentável à médio e longo prazo.

3. Suplementação nutricional estratégica
Pensando no aspecto do bem-estar animal, fundamental para uma pecuária sustentável, é essencial o fornecimento de nutrição adequada ao rebanho, para manter o ganho de peso elevado. O animal precisa pastejar, beber uma água de qualidade e receber um nível de suplementação adequada para que ele tenha ganho de peso desejado.

4. Restauro das Áreas de Preservação Permanente
Conservar e recuperar áreas de preservação permanente (APP) e de reserva legal (RL), é o primeiro passo para estar em consonância com as práticas sustentáveis, guiando-se pelo Novo Código Florestal. Isso vem atrelado ao isolamento as margens dos rios, e ao início do reflorestamento com espécies de árvores nativas.

5. Gestão técnica e administrativa
Pensar em uma gestão eficiente da fazenda é indispensável para que todas as dicas anteriores gerem, de fato, um negócio sustentável financeiramente. É preciso planejamento adequado, desde a parte de mão de obra necessárias até investimento em monitoramento, gestão de pessoas, para que gere bons resultados e isso se mantenha a longo prazo.